Marketing, Novas Mídias e Redes Sociais

Quem sou eu!? de onde vim!? para onde vou!?

Tudo começou…

Não, na verdade não sei exatamente quando tudo começou, o fato é que em 1945 fui abandonada em um orfanato, lá fui criada em um ambiente triste e hostil. Em 1963 conheci um homem por quem me apaixonei e em pouco tempo fiquei grávida, depois disso ele sumiu e nunca mais o vi novamente.

Quando estava em trabalho de parto, algumas complicações puseram minha vida em risco, e durante a cirurgia os médicos descobriram que eu possuía os dois órgãos genitais, e que a única chance de sobreviver, seria alterar meu sexo.

Ao recuperar-me da cirurgia, recebi a triste noticia de que minha filha havia sido raptada por um estranho. Agora, sem meus pais, companheiro/a, filha, e numa profunda crise existencial, me entreguei a bebida e passei a viver como indigente pelas ruas.

Em 1970 em um dos bares onde costumo beber, comecei a conversar com um estranho e contei minha história, ele então me fez uma proposta estranha:

“O que você acha de voltar no tempo, para refazer sua história?”

Parecia estranho, mas, o que mais poderia perder?

Falei pra ele que o que realmente queria era reencontrar o homem que me havia abandonado, então ele me levou para uma máquina, entramos nela e viajamos até o ano de 1963. Passei a procurar aquele homem, mas sem encontrar. Foi então que conheci uma jovem de 18 anos por quem me apaixonei, e começamos um romance, porém durou pouco tempo, pois fui levado por aquele estranho para o futuro, onde consegui um emprego em uma agência de viagens no tempo.

Durante a viajem perguntei onde ele havia estado, ele me disse que tinha uma missão de viajar nove meses no futuro, roubar uma criança que nasceria ali, depois viajar até 1945 e deixar essa criança em um orfanato. Depois me levar até o futuro, e por último voltar até 1970 e encontrar um estranho num bar, que lhe daria a recompensa por todo o trabalho feito. Uma forma de mudar todo o rumo de sua história.

8 comentários em “Quem sou eu!? de onde vim!? para onde vou!?”

  • Tiago Carvalho

    é teu esse conto Markinhus? du kralho! :P
    e obg por me considerar uma pessoa inteligente tb acho isso de mim e de vc tb :D

  • marquinhos

    hahahaha traduziu, né?!
    é aquele mesmo ou vc adaptou? nao lembro bem!

  • Juliana

    Aê marquinhus!!!

    Que viagem…. e que CACHAÇA heín???????????? ehheheheh vc é seu próprio pai/mãe e filho(a)???? ah coitado(a)…
    Bjão!

  • Ropiario Junior

    Cara… Literalmente, é o melhor texto que ja li em minha vida..
    Eça de Queiróz, Luis de Camões ou Gonçalves Dias perdem feio…
    O contexto é marcante e excitante, as palavras sao mimeticamente concentradas em forma oriunda de um estilo Neo Clássico e a verossimilhança é fantasticamente explêndida. Muito bom mesmo.
    Ta de parabés..
    Ápa! Ássa! Atoma! Atipum!
    Obrigado!

  • Priscylla

    Parabens Linda essa historiiaa continue assim ..

    uma pessoa q entende muito de historias e achou a tuaa uma maravilhaa ‘

  • Participe, deixe seu comentário!